logo

This post is also available in: English

Proteção Infantil

A comunidade escolar que compõe a Escola Internacional de Luanda (LIS) está determinada em proporcionar um programa educativo de excelência num ambiente seguro e acolhedor para todos. O bem-estar das crianças e jovens e a sua proteção contra todas as formas de violência, abuso e exploração são uma prioridade fundamental para nós.

A LIS tem como princípio salvaguardar e promover a proteção e bem-estar das crianças e jovens. Para isso, certificamo-nos desde o início que todos os candidatos a postos de docência, assistência ou outras funções passam por um processo rigoroso de verificação. O nosso processo e protocolos de recrutamento respondem a exigências altas e incluem verificação de antecedentes criminais, assim como o estudo de informações que permitem a obtenção de vistos, exames de saúde, histórico de atividade profissional, podendo inclusivamente abordar aspetos do perfil do candidato, tanto atuais como passados, passíveis de afetar a reputação da LIS ou o bem-estar daqueles que se encontram na escola.

Após este processo de pré-seleção e contrato, os funcionários que aceitam a oferta de trabalho e fornecem toda a documentação necessária completam ainda um curso de formação em proteção infantil e assinam o Código de Conduta da LIS. Este Código aplica-se a todos os funcionários da escola, sejam eles membros do corpo docente ou não, e estende-se também aos alunos e voluntários que têm contacto direto e/ou não supervisionado com crianças ou jovens no espaço físico da escola.
Nos casos em que haja suspeitas ou motivos de preocupação relativamente à adequabilidade de um funcionário no seu trabalho com crianças ou jovens, a LIS abrirá de imediato um inquérito interno, seguindo os respetivos trâmites legais. Consoante os resultados apurados nesse inquérito, a LIS tomará medidas de segurança, em conformidade com os regulamentos da escola. A escola reserva-se o direito de suspender ou demitir sumariamente um funcionário por razões de falta grave ou incumprimento no que diz respeito a abuso ou negligência infantil.

Ao matricular os seus filhos na Escola Internacional de Luanda, os pais aceitam colaborar com a escola e respeitar as políticas adotadas pelo Conselho de Diretores da LIS. A ajuda e dedicação dos pais a um ambiente de segurança e apoio na escola é altamente apreciada. Para mais informações a respeito deste assunto, por favor consulte a Política de Proteção Infantil da LIS.

Política de Proteção Infantil

A LIS (Escola Internacional de Luanda) acredita e reconhece que todos os estudantes têm o direito de viver num ambiente seguro e protegido. A LIS reconhece também que o abuso e a negligência afetam profundamente o bem-estar e a capacidade de aprendizagem das crianças. A presente política de proteção infantil e os seus procedimentos e protocolos são baseados na Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança, um tratado de direitos humanos que lida com as necessidades e direitos específicos da criança. Como nação signatária que ratificou esta convenção, Angola está vinculada à mesma pelo direito internacional.

Todo o pessoal empregado na Escola Internacional de Luanda deve denunciar suspeitas de abuso ou negligência de crianças, sempre que tiver razões razoáveis ​​para acreditar que uma criança sofreu ou está em risco de sofrer abusos ou negligência. A denúncia e o acompanhamento de todas as suspeitas de abuso ou negligência contra crianças serão realizados de acordo com os regulamentos administrativos relativos à presente política, que serão revistos ​​anualmente pelo diretor da escola. Além disso, casos de suspeita de abuso ou negligência infantil podem ser comunicados ao respetivo consulado em Luanda, à agência competente no âmbito de proteção infantil no país de origem e / ou às autoridades locais.

A LIS (Escola Internacional de Luanda) comunicará a presente política anualmente e fornecerá formação anual a todo o pessoal, assegurando igualmente que as práticas de contratação de empregados e prestadores de serviços incluam os relatórios de ofensas criminais e sexuais apropriados para salvaguardar as crianças. Todos os funcionários deverão assinar o código de conduta de proteção infantil. No caso de um funcionário ser denunciado como um suposto infrator, a LIS (Escola Internacional de Luanda) conduzirá uma investigação completa, seguindo um protocolo cuidadosamente projetado.

Aprovado pelo Conselho de Administração em 25 de outubro de 2016; Revisto em 3 de novembro de 2017; Revisto em 19 de março de 2018

  • A aprendizagem floresce quando relações positivas baseadas no respeito ocorrem num ambiente de inclusão.
    A aprendizagem floresce quando relações positivas baseadas no respeito ocorrem num ambiente de inclusão.
    A Secção Primária da LIS implementou um Programa de Voluntariado para a Leitura que tem por objetivo ajudar os alunos dos Anos 1, 2 e 3 e os alunos de Português A a desenvolver as suas competências na leitura. Os Voluntários visitam as salas de aula durante o dia, ouvem os alunos a ler e ajudam estes novos leitores a praticar esta importante tarefa da sua educação. Tanto os próprios alunos como os pais e os nossos professores acolheram esta ideia de forma muito positiva e deram-nos um feedback excelente, “os pais aproveitam ao máximo esta oportunidade de interagir com as crianças e as crianças adoram ler para os voluntários e demonstrar que estão cada vez melhores”.  Muito obrigado, Voluntários para a Leitura!
  • < AnteriorSeguinte >
  • A integridade, empatia, e confiança são fundamentais.
    A integridade, empatia, e confiança são fundamentais.
    Todos os anos em Setembro a LIS comemora o Dia da Paz. O programa arranca com uma assembleia de manhã e continua pelo dia fora com várias oficinas que têm como tema a Paz. O dia termina com um desfile: os alunos fazem uma “caminhada pela Paz” percorrendo um trajeto marcado no campus, até chegar à zona da cafetaria, onde se reúnem para o final. Os pais são convidados a assistir e aplaudir.
  • < AnteriorSeguinte >
  • Uma comunidade forte assenta na inclusão, participação, comunicação, gentileza e respeito mútuo.
    Uma comunidade forte assenta na inclusão, participação, comunicação, gentileza e respeito mútuo.
    A Escola Internacional de Luanda celebrou o Dia da Independência de Angola a 10 de Novembro de 2017. A assembleia comemorativa foi um excelente exemplo de como a escola põe em prática a sua missão de desempenhar um papel cada vez mais relevante aqui em Angola. Esta mensagem foi também realçada pelo nosso convidado especial, o Sr. Toty, que falou sobre “construir pontes” entre a escola e a comunidade. O Sr. Toty ficou muito impressionado com a escola e o empenho demonstrado em várias áreas, incluindo liderança estudantil - é um valor central na nossa identidade e um verdadeiro dom que prezamos, cuidamos e respeitamos.
  • < AnteriorSeguinte >
  • Uma comunidade diversa dedicada à aprendizagem, empenhada em criar indivíduos solidários, confiantes e socialmente responsáveis, que prosperam no mundo.
    Uma comunidade diversa dedicada à aprendizagem, empenhada em criar indivíduos solidários, confiantes e socialmente responsáveis, que prosperam no mundo.
    Se pegarmos em três alunas ambiciosas do Ano 12 da LIS, uma boa causa médica e a montanha mais alta do continente africano, temos a receita para uma experiência de vida verdadeiramente inspiradora. A nossa equipa ‘Trek for Meds’ composta pela Molly, Nabeeha e Denise planeou e completou com sucesso uma expedição ao Kilimanjaro, o ponto mais alto de toda a África! O objectivo coletivo era angariar fundos para comprar testes e medicação preventiva contra a malária, para distribuir entre as famílias de áreas rurais de Angola. A malária é responsável por uma elevada taxa de mortalidade infantil no país. A equipa Trek for Meds sentiu o enorme incentivo e reconhecimento por parte das comunidades, tanto as mais próximas como as mais longínquas. Este extraordinário apoio que a equipa recebeu ajudou na altura de “conquistar” a montanha e ultrapassar o objetivo inicial de angariar 3.000 dólares. Esta é a forma mais pura de liderança em serviço.  Dentro do espírito da nossa nova declaração de missão, estamos certos de que esta incrível história vai inspirar muitos outros alunos, levando-os a encontrar formas únicas de “progredir e vencer” no mundo.
  • < AnteriorSeguinte >
  • Uma comunidade forte assenta na inclusão, participação, comunicação, gentileza e respeito mútuo.
    Uma comunidade forte assenta na inclusão, participação, comunicação, gentileza e respeito mútuo.
    Muito obrigado a todas as famílias que vieram até à escola neste sábado, 7 de outubro de 2017, para comemorar connosco mais um Dia Internacional da LIS! Celebrações, boa comida e muita diversão contribuíram para um excelente dia passado em família. O ambiente foi festivo, com sorrisos passando de uns para os outros, e todos se sentiram genuinamente orgulhosos por apresentar a sua cultura e identidade. A nossa declaração de missão destaca a caraterística de sermos um grupo diverso de aprendizes. Estamos muito agradecidos a toda a comunidade da LIS por ter contribuído para organizar as bancas de cada país e por ter oferecido os seus serviços em várias tarefas de voluntariado. O nosso agradecimento especial aos membros da PTA, que ajudaram a planear e coordenar este evento escolar tão bem sucedido.
  • < AnteriorSeguinte >